23 de setembro de 2017

ONU e Veduca lançam curso online gratuito sobre Energias Renováveis com certificação

Inscrições estão abertas para profissionais e estudantes interessados em se capacitar e se aperfeiçoar no tema

Em celebração ao Dia Mundial do Meio Ambiente, comemorado ontem (5), a Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial (ONUDI) e o Veduca – principal plataforma de ensino superior online do Brasil –, lançam o curso online Energias Renováveis, com certificação pela ONUDI. O acesso ao curso é totalmente aberto e gratuito. Os interessados podem se inscrever e estudar no site do Veduca, acessando www.veduca.com.br/play/7339 .

O curso foi desenvolvido a pedido do Observatório de Energias Renováveis para a América Latina e Caribe, da ONUDI, por um grupo de conceituadas instituições espanholas formado pela Universidade de Salamanca (USAL), Universidade Politécnica de Madri, Centro de Investigações Energéticas, Ambientais e Tecnológicas (CIEMAT) e pela Fundação Centro de Educação a Distância para o Desenvolvimento Econômico e Tecnológico (CEDDET).

“A carência de profissionais e de cursos voltados para desenvolvimento de energias renováveis é um dos maiores desafios para que a região consiga cumprir as metas de sustentabilidade estabelecidas pela ONU para 2030”, diz Gustavo Aishemberg, representante da ONUDI no Brasil e diretor do Observatório de Energias Renováveis para a América Latina e Caribe. “Nosso objetivo ao oferecer esse programa de capacitação é contribuir para que a região consiga fazer sua parte.”

O programa é destinado a profissionais e estudantes interessados em se capacitar e se aperfeiçoar no tema energias renováveis. Está organizado em 7 módulos:

  • Energia e Mudanças Climáticas
  • Energia Minieólica
  • O Biogás
  • Pequenas Usinas Hidrelétricas
  • Energia Solar Térmica
  • Energia Solar Fotovoltaica
  • Eficiência Energética em Edifícios

O curso também está disponível no site do Observatório de Energias Renováveis da ONUDI. Na plataforma do Veduca, o diferencial é que as videoaulas são divididas em partes e acrescidas de séries de quizzes para que o estudante possa testar seus conhecimentos enquanto assiste ao conteúdo. Cada módulo conta também com uma série de materiais complementares, para que o estudante possa se aprofundar em cada um dos temas.

“O aluno conta com uma série de ferramentas para melhorar sua experiência de aprendizagem online, como um caderno virtual e o fórum de discussão do curso, onde é possível trocar informações e interagir com outros estudantes”, diz Carlos Souza, CEO do Veduca.

Certificação por módulo

O curso possibilita a certificação, emitida pela ONUDI, Universidade de Salamanca, Universidade Politécnica de Madri, CIEMAT e CEDDET, em cada um dos 7 módulos. O estudante pode optar por se aprofundar e obter o certificado para quantos módulos desejar.

Após acessar o curso e estudar por meio da plataforma do Veduca, os estudantes interessados nas certificações devem realizar uma prova online, além de resolver estudos de caso e exercícios. Para mais informações sobre como obter a certificação, baixe o manual do aluno sobre o curso: http://bit.ly/1nmC59g

A certificação é totalmente gratuita.

Sobre o Observatório de Energias Renováveis para a América Latina e Caribe

O Observatório de Energias Renováveis para a América Latina e Caribe é um programa regional da ONUDI que visa a promover a disseminação das energias renováveis na região. O Observatório tem por missão proporcionar assistência aos setores público e privado para a mobilização necessária de recursos técnicos e financeiros.

Um de seus pilares estratégicos é o treinamento e a educação de recursos humanos locais como ponto fundamental para o desenvolvimento e ampliação dessas tecnologias na região da América Latina e do Caribe.

Sobre o Veduca

No ar desde março de 2012, o Veduca é uma das maiores plataformas de ensino superior online do mundo, com mais de 5.700 aulas de 21 das melhores instituições de ensino, como Harvard, Stanford, Yale, MIT, Berkeley, ONUDI, USP, Unicamp, Unesp e UnB.

(com informações da ONU Brasil)

Compartilhe!

Veja mais notícias

error: Conteúdo protegido.