19 de novembro de 2017

Dia Mundial do Solo chama atenção para a degradação de recurso limitado

brasilia sustentávelO Dia Mundial do Solo será comemorado pela primeira vez nesta sexta-feira (5). O objetivo é mobilizar a população para a importância de preservar e utilizar corretamente os solos e a necessidade de sua recuperação, devido a práticas como desmatamento e uso agrícola inadequado. A data, no entanto, não vem sozinha: 2015 será declarado o Ano Internacional dos Solos.

Aprovadas por resolução da Assembleia Geral das Nações Unidas de 2013, as celebrações foram criadas após o reconhecimento da urgente necessidade de se conscientizar a população sobre a sustentabilidade dos recursos limitados do solo. A motivação do alerta são os altos índices de degradação e contaminação do solo: 33% das terras do planeta estão degradadas, por razões físicas, químicas ou biológicas, segundo a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO).

As maiores reservas de terras cultiváveis do mundo se encontram na América Latina e no Caribe, informou a FAO. Responsável por organizar os eventos em 2015, o órgão promoveu nesta quinta-feira (4) o lançamento regional do Ano Internacional dos Solos, em Santiago, no Chile. Nesta sexta-feira (5), o diretor-geral da FAO, José Graziano da Silva, participa de uma cerimônia em Roma, mas vários países organizarão os seus próprios lançamentos.

“Os solos saudáveis estão na base da agricultura familiar, na produção de alimentos e na luta contra a fome, e ainda cumprem um papel como reservatórios da biodiversidade. Além disso, compõem o ciclo de carbono, por isso que o seu cuidado é necessário para mitigar e enfrentar as mudanças climáticas”, informou o órgão.

A programação do ano inclui eventos como a Conferência Internacional do Solo, de 4 a 7 de maio de 2015, na Albânia, que terá como tema O Solo Sustenta Vida: Muito Lento para Formar, Rápido Demais para Perder. A terceira Semana Global do Solo, na Alemanha, também faz parte da celebração, entre 19 e 23 de abril.

(Paulo Victor Chagas – Agência Brasil)

Compartilhe!

Veja mais notícias

error: Conteúdo protegido.