Brasil terá o terceiro maior banco genético do mundo

bg1ecda TV Brasil

Abrigo das espécies ajuda na previsão de catástrofes naturais e garantia de alimentos para o futuro da humanidade

Ainda neste ano, o Brasil terá o maior banco genético do mundo. O local, mantido pela Empresa Brasileira de Pesquisas Agropecuárias (Embrapa), terá capacidade para guardar mais de 800 mil amostras de sementes de alimentos, microrganismos e materiais genéticos de animais.

O abrigo das espécies ajuda na previsão de catástrofes naturais e garantia de alimentos para o futuro da humanidade. Conservadas em baixa temperatura, as amostras podem durar por mais de cem anos.

De acordo com Juliano Pádua, pesquisador da Embrapa, o novo ambiente colabora na capacidade de desenvolver materiais melhorados, desenvolvendo plantas mais resistentes e alimentos mais nutritivos. Para ele, o reflexo será na melhora da qualidade de vida e na saúde da pessoas.

 

 

Compartilhe!

Veja mais notícias

error: Conteúdo protegido.