Economia de água na agricultura é tema de evento no DF

(Foto: Jorge Neiton Gonçalves/Embrapa)
(Foto: Jorge Neiton Gonçalves/Embrapa)

Rede Agrohidro da Embrapa busca despertar a atenção para a questão. Confira algumas dicas do pesquisador Lineu Neiva

Nesta sexta-feira (27), a Rede Agrohidro, da Embrapa, vai realizar o I Dia da Água na Agricultura no Distrito Federal, com atividades em comemoração ao Dia Mundial da Água no núcleo rural do Buriti Vermelho, a partir das 8h30.

Além de nivelar as informações entre as instituições que atuam na região e o comitê da bacia do Rio Preto, o evento pretende aumentar a sinergia entre as instituições, despertar a atenção para a questão da água na agricultura e definir uma agenda visando ao uso racional da água na região.

O pesquisador da Embrapa Cerrados e coordenador da Rede Agrohidro, Lineu Rodrigues, ministrará palestra sobre agricultura e recursos hídricos na Bacia do Buriti Vermelho.

Também haverá apresentações de representantes do Instituto Brasília Ambiental (Ibram), da Emater-DF, da Secretaria de Agricultura e Desenvolvimento Rural do Distrito Federal (Seagri), da Agência Reguladora de Águas e Saneamento (Adasa), e do Comitê de Bacia dos Afluentes do Rio Preto no DF.

As palestras terão duração de 20 minutos, com mais 10 minutos para perguntas. À tarde, será promovido um debate sobre ações efetivas que podem ser realizadas pela Rede em parceria com as diversas instituições.

Veja a Programação:

8h30 – Inscrições

9h – Abertura

9h30 às 9h50 – Agricultura e recursos hídricos: o caso da Bacia do Buriti Vermelho – Lineu Rodrigues (Embrapa Cerrados)

10h às 10h20 – Outorga e disponibilidade hídrica na Bacia do Rio Preto-DF – Adasa

10h30 às 10h50 – Adequação ambiental das propriedades rurais – Vandete Maldaner e Alisson Neves (Ibram)

11h às 11h15 – Intervalo

11h15 às 11h35 – Agricultura e Irrigação – Emater-DF/Seagri

11h45 às 12h05 – A visão do comitê do Rio Preto sobre a situação dos recursos hídricos – Comitê da bacia

12h50 às 14h – Almoço

14h30 às 16h30 – Prosa Hídrica – definição da agenda de ações

 

O evento integra as ações que estão sendo promovidas pela Rede Agrohidro em diversas regiões do País durante esta semana.

A Rede Agrohidro foi formada por um grupo de pesquisadores da Embrapa em virtude dos desafios associados às crises de suprimento de alimentos e de água no mundo, e tem parcerias estratégicas com diversas universidades e instituições governamentais. Atualmente, a rede conta com atividades em todos os biomas brasileiros e desenvolve diversos projetos de pesquisa.

O evento acontece na Escola Classe Buriti Vermelho – DF-270 – Núcleo Rural Buriti Vermelho no Paranoá (DF).

 

Economia na agricultura

A agricultura é responsável pela maior parte do consumo de água. Segundo o pesquisador da Embrapa Cerrados, Lineu Neiva Rodrigues, hoje estima-se que o setor utilize cerca de 70% das águas retiradas dos mananciais .

“Este número tem sido bastante questionado quanto a forma com que é calculado. Em relação à eficiência de irrigação, que dá uma estimativa da perda de água no sistema, os equipamentos mais modernos irrigam com uma eficiência em torno de 80 a 90%”, relata.

Confira abaixo algumas sugestões do pesquisador para evitar o desperdiço na agricultura:

  • Verificar se há vazamento em tubos condutores de água. Caso constatado é aconselhável providenciar o conserto imediato;
  • Realizar a irrigação da planta no período noturno, momento em que a força dos ventos é menor;
  • Adotar técnicas de manejo de irrigação, como, por exemplo, o tensiômetro ou métodos do balanço de água no solo;
  • Determinar a quantidade de água perdida por meio do processo de ‘evapotranspiração’ da cultura – processo simultâneo de transferência da água para atmosfera por evaporação da água do solo e transpiração das plantas;
  • Realizar a medição da água da chuva através de equipamentos como pluviômetros;
  • Em fruticultura (mamão, uva) e hortaliças, a ‘irrigação localizada (gotejamento’ e ‘microaspersão’)’ é mais utilizada. Trata-se de um método que normalmente apresenta maior eficiência, embora isso não possa ser generalizado;
  • Já em grandes plantações utilizam-se outros métodos de irrigação, como a aspersão convencional e o pivô central.

Visite o site Água na Agricultura e conheça as tecnologias para o uso eficiente e sustentável da água na atividade agrícola.

(com informações do Portal Brasil e da Embrapa) 

Compartilhe!

Veja mais notícias

error: Conteúdo protegido.