Dossiê alerta para o aumento do uso de agrotóxicos no Brasil

agrotoxicos-eco-brasilia-dfPaís mantém título de campeão mundial no uso desses produtos

A Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco) lançou, no final de abril, o Dossiê Asbraco: um alerta sobre os impactos dos agrotóxicos na saúde. A publicação, com mais de 600 páginas, colorida e ilustrada, inclui a revisão do Dossiê publicado em 2012 e uma quarta parte inédita. Este capítulo, concluído em outubro de 2014, foi dedicado à atualização de acontecimentos marcantes, estudos e decisões políticas, com informações que envolvem os agrotóxicos, as lutas pela redução dessas substâncias e pela superação do modelo de agricultura químico-dependente do agronegócio.

A Associação, que defende a agroecologia e a reforma agrária como caminhos para pôr fim ao uso de agrotóxicos no Brasil, avalia que não é por falta de confirmação dos efeitos nocivos à saúde e ao ambiente que a situação de uso indiscriminado de agrotóxicos no Brasil não é revertida.

O Dossiê, que pode ser baixado neste link, reúne informações de centenas de livros e trabalhos publicados em revistas nacionais e internacionais que revelam evidências científicas e correlação direta entre uso de agrotóxicos e problemas de saúde.

 

Alguns números sobre agrotóxicos no Brasil:

64% dos alimentos estão contaminados por agrotóxicos (Anvisa, 2013)

34.147 notificações de intoxicação por agrotóxico foram registradas de 2007 a 2014 (MS/DataSUS)

288% de aumento do uso de agrotóxicos entre 2000 e 2012 (Sindag)

U$12bi foi o faturamento da indústria de agrotóxicos no Brasil em 2014 (Andef)

 

Veja abaixo a quantidade em porcentagem que cada alimento contém de contaminação por agrotóxicos, segundo a Anvisa:

1             Pimentão            91,8%
2             Morango            63,4%
3             Pepino                57,4%
4             Alface                 54,2%
5             Cenoura             49,6%
6             Abacaxi              32,8%
7             Beterraba           32,6%
8             Couve                  31,9%
9             Mamão               30,4%
10          Tomate                16,3%
11          Laranja                 12,2%
12          Maçã                      8,9%
13          Arroz                      7,4%
14          Feijão                     6,5%
15          Repolho                 6,3%
16          Manga                       4%
17          Cebola                    3,1%
18          Batata                       0%

 

Compartilhe!

Veja mais notícias

error: Conteúdo protegido.