Brasília nos Parques inclui educação ambiental em quatro unidades

Lançamento do Programa Brasília nos Parques atraiu várias crianças para o Saburo Onoyama no dia 4 de junho de 2015. (Foto: Caroll Larissa/Ascom-Sema)
Lançamento do Programa Brasília nos Parques atraiu várias crianças para o Saburo Onoyama no dia 4 de junho de 2015. (Foto: Caroll Larissa/Ascom-Sema)

Projeto Parque Educador será realizado pelas secretarias de Educação, do Meio Ambiente e pelo Instituto Brasília Ambiental nos parques Três Meninas, Sucupira, Saburo Onoyama e Parque Ecológico de Águas Claras

O projeto Parque Educador quer levar escolas do ensino integral da rede pública para dentro dos parques do Distrito Federal. Com referência nas ações bem sucedidas da Escola da Natureza e Escolas Parques de Brasília, as secretarias de Educação (SE), do Meio Ambiente (Sema) e Instituto Brasília Ambiental (Ibram) vão oferecer atividades de educação ambiental para estudantes e comunidade do entorno dos parques Três Meninas, Sucupira, Saburo Onoyama e Parque Ecológico de Águas Claras.

A ação integra o programa Brasília nos Parques, que está realizando acordos de cooperação em acertos bilaterais entre as secretarias com objetivo de oferecer serviços para a comunidade nos parques do DF. “Com o projeto Parque Educador queremos contribuir na construção da cidadania por meio de uma educação integral e vivência na natureza, que respeite e valorize o patrimônio natural e a sustentabilidade”, informou Carcius Azevedo, secretário adjunto da Sema.

Para executar o projeto, a secretaria de Educação realizará um edital para selecionar professores da rede pública com experiência e interesse em atuar nos parques. Serão quatro professores para cada unidade.

“Os alunos poderão conhecer modelos práticos de sustentabilidade, como técnicas de permacultura, minhocário, reaproveitamento de resíduos orgânicos, contato e valorização do Cerrado”, informou Naiara Campos, coordenadora de educação ambiental da Sema.

A gestão operacional da parceria será realizada pelo comitê gestor, instituído pela portaria conjunta publicada no Diário Oficial do DF em 19 de junho. Integra o comitê um representante de cada órgão e seu suplente. O comitê tem até o dia 29 de julho para apresentar o plano gestor e estabelecer as atividades e cronograma das ações que serão realizadas.

A previsão das secretarias é iniciar o projeto pelos quatro parques selecionados, e em 2016 estender a ação para os 10 parques prioritários do programa Brasília nos Parques, selecionados por já possuírem infraestrutura necessária.

 

Confira os 10 parques prioritários no programa Brasília nos Parques

Parque Ecológico de Uso Múltiplo de Olhos D’água – Asa Norte

Parque Ecológico Águas Claras – Águas Claras

Parque Recreativo de Sucupira – Planaltina

Parque dos Jequitibás – Sobradinho

Parque Ecológico de Uso Múltiplo do Cortado – Taguatinga

Parque Ecológico Saburo Onoyama – Taguatinga

Parque Ecológico Ezequias Heringer – Guará

Parque Três Meninas – Samambaia

Parque Ecológico Veredinha – Brazlândia

Parque de Uso Múltiplo da Ceilândia

(Ascom/SEMA)

 

Compartilhe!

Veja mais notícias

error: Conteúdo protegido.