19 de novembro de 2017

Virada do Cerrado acontece de 11 a 13 de setembro

Ilustração: Wallace Deo/Agência Brasília
Ilustração: Wallace Deo/Agência Brasília

Neste ano, a Semana do Cerrado será celebrada com dezenas de ações de mobilização social, responsabilidade socioambiental e entretenimento. Resultado do trabalho colaborativo de órgãos dos governos federal e de Brasília com organizações da sociedade civil, a Virada do Cerrado — Cidadania e Sustentabilidade ocorrerá de 11 a 13 de setembro.

Desde maio, um comitê criativo define estratégias de elaboração e execução das tarefas necessárias para a realização do evento. Quatro frentes de trabalho (relações institucionais e finanças, curadoria, produção criativa e comunicação) norteiam as atividades.

Voluntários ainda podem se inscrever para atuar na produção dos eventos. Também é possível oferecer atividades ambientais por conta própria. Oficinas de horta caseira e reciclagem, prática de ioga e ações culturais, por exemplo, podem ser propostas por qualquer pessoa, física ou jurídica. Se aprovadas pelos organizadores, serão incluídas na programação. Nos dois casos, o interessado deve se inscrever na página da Virada do Cerrado na internet e aguardar contato.

O Dia Nacional do Cerrado é comemorado em 11 de setembro. A Lei nº 4.939, de 2012, instituiu a Semana do Cerrado e a incluiu no calendário oficial de eventos do DF. A mobilização pela defesa do Cerrado deu origem ao nome da celebração. 

Programação
A Virada do Cerrado ocorrerá em diversas regiões administrativas de Brasília, levando em conta que a sustentabilidade precisa ser tratada com toda a sociedade, de forma disseminada e descentralizada.

Muitas das atividades nos três dias do evento serão realizadas em parques. A ideia é fortalecer o uso desses locais, dentro do conceito do programa Brasília nos Parques, lançado em 4 de junho. Coordenado pela Secretaria do Meio Ambiente e pelo Instituto Brasília Ambiental (Ibram), tem como objetivo levar serviços públicos à população, estimular o uso dos parques e conscientizar a comunidade sobre a importância da preservação ambiental.

No Itapoã, por exemplo, haverá caminhada e limpeza do parque ecológico da região. No Parque Ecológico do Paranoá, piquenique, palestra sobre a importância da água, competição de pipa, musicais e pintura de rosto. Em Planaltina, os participantes poderão fazer trilhas ao redor do Parque Sucupira e assistir a vídeos ambientais. No Jardim Botânico de Brasília, será inaugurado o Cerratenses — Centro de Excelência do Cerrado.

Já em Santa Maria haverá mutirão de criação e instalação, em praças, de lixeiras feitas com pneus e montagem de jardins com a mesma matéria-prima, além de curso de produção de sabão caseiro. A Fundação Jardim Zoológico de Brasília promoverá ações como teatro de fantoches e oficinas.

A programação incluirá, ainda, atividades selecionadas por meio de edital voltado ao financiamento de até dez projetos socioambientais. O aporte é limitado a R$ 50 mil por proposta. Os recursos vêm do Fundo Único do Meio Ambiente do Distrito Federal (Funam). A seleção já está em andamento.


Virada do Cerrado
De 11 a 13 de setembro
Veja a programação.

(com informações da Agência Brasília)

Compartilhe!

Veja mais notícias

error: Conteúdo protegido.