A exuberância do Cerrado em exposição na galeria Athos Bulcão

A exuberância do Cerrado em exposição na galeria Athos Bulcão

“Poço”, de Janice Affonso, traz as cores e mistérios do segundo maior e mais ameaçado bioma do país

A exuberância do Cerrado vai invadir a galeria Athos Bulcão, em Brasília. Com abertura no dia 9 de outubro, às 20h, a exposição “Poço“, da artista plástica Janice Affonso, traz as cores e mistérios do segundo maior e mais ameaçado bioma do país. Tamanduás, onças, lobos, aves e cupinzeiros são vistos sob o olhar poético da artista, que transita entre a figura e a abstração.

A exposição estará aberta à visitação do público a partir do sábado (10), e ficará até o dia 4 de novembro. De segundas às sexta-feiras, no horário de 8h às 19h, e nos sábados e domingos, de 10h às 19h.

Sobre a artista
Nascida no Rio de Janeiro, Janice Affonso vive em Brasília desde os doze anos. Aqui aprendeu não só a amar o Cerrado, como a vivê-lo. Essa vivência se reflete em sua arte.

Formada em artes visuais pela Faculdade Dulcina, programadora visual,  educadora artística e ambiental, a artista vem atuando na cena artística de Brasília há mais de vinte anos, com exposições individuais e coletivas.

Como educadora, tem a preocupação de levar sua arte aos estudantes. A exposição “Poço” integra o projeto Seres Alados do Cerrado, contemplado pelo Fundo de Apoio à Cultura (FAC), e receberá visitas de escolas das redes pública e particular do DF.

Serviço
Exposição “Poço”, de Janice Affonso
Abertura: 9 de outubro, às 20h
Visitação: de 10 de outubro até 4 de novembro.
Horários: 2ª à 6ª,  de 8h às 19h; sábados e domingos, de 10h às 19h
Local: Galeria Athos Bulcão, anexo do Teatro Nacional Claudio Santoro (Setor Cultural Norte – Via N-2)
Curadoria: Glenio Lima
Produção: Peninha

(da Redação / ECO Brasília)

Compartilhe!

Veja mais notícias

error: Conteúdo protegido.