Relatório LEED de 2016 mostra crescimento da construção sustentável no Brasil

O número de projetos com certificação LEED no Brasil cresceu 30 por cento desde 2015

O Conselho de Construção Sustentável dos Estados Unidos (USGBC – U.S. Green Building Council) lançou nesta quinta (11/8) seu relatório LEED em Ação: Brasil (LEED in Motion: Brazil) de 2016, o qual apresenta um expressivo crescimento do setor de construção sustentável no Brasil, incluindo um aumento de 30 por cento no uso do sistema de classificação LEED para construção sustentável durante o último ano. O relatório foi lançado durante a Conferência Internacional e Exposição GreenBuilding Brasil que está sendo realizada essa semana em São Paulo, Brasil.

“Os vários projetos que buscam a certificação LEED ajudaram drasticamente o Brasil a aumentar sua economia sustentável. Estamos orgulhosos por nossa contribuição para com o aumento da construção sustentável no Brasil e do efeito cascata por toda a região”, disse Mahesh Ramanujam, Executivo-Chefe de Operações do USGBC e Presidente da Green Business Certification Inc. (GBCI). “Sendo o padrão líder mundial para projetos de construção sustentável, construções e operações, o LEED ajuda as inovadoras empresas brasileiras e líderes políticos a atrair novos investimentos estrangeiros, aumentar a competitividade das carteiras de imóveis e posicionar o país como um dos líderes da florescente economia da construção sustentável”.

O relatório examina ganhos recentes e significantes na aplicação de técnicas de construção sustentável em todo o Brasil e o crescimento ainda mais forte ano-a-ano no uso feito pelo país do sistema de classificação LEED (Leadership in Energy and Environmental Design – Liderança em Energia e Projeto Ambiental) do USGBC, o programa de classificação de construção sustentável mais amplamente utilizado em todo o mundo. O relatório salienta que, apesar dos momentos turbulentos da história econômica do Brasil, o crescimento no número de registros para a certificação LEED é o mais forte em quase uma década. Atualmente, existem 1.114 projetos participando do LEED no Brasil, englobando mais de 32 milhões de metros quadrados brutos de espaço LEED.

O relatório também oferece opiniões e perspectivas de proeminentes profissionais do setor e destaca projetos LEED como a NIKE Factory Store em Novo Hamburgo, a Arena Fonte Nova em Salvador, o prédio CYK e a loja Quem Disse Berenice, ambos em São Paulo.

“Estamos muito otimistas com o futuro da certificação LEED no Brasil, especialmente por causa da diversidade dos tipos de projetos que estão sendo agora certificados por todo o país”, disse Felipe Faria, Diretor Executivo do Green Building Council Brasil. “A certificação LEED se tornou popular para todos os tipos de projetos, desde prédios comerciais, instalações industriais, shopping centers para lojas de varejo, escolas, prédios públicos, residências e instalações esportivas. Esses projetos representam um conjunto diversificado de grupos de interesse públicos e privados, associações e ONGs que estão engajadas em um esforço colaborativo voltado para a promoção das práticas da construção sustentável e acreditamos que esta atmosfera positiva irá acelerar a transformação que deverá acontecer”.

O relatório LEED in Motion: Brazil é o mais recente de uma série de relatórios do USGBC criados para fornecer uma imagem holística do movimento da construção sustentável nos mercados internacionais. O relatório proporciona aos defensores da construção sustentável visão e perspectiva para entenderem o uso do sistema LEED e terem um argumento forte para a atividade da construção sustentável.

Para acessar o relatório completo, visite o endereço: readymag.com/usgbc/brazil2016/

(Com informações da PRNewswire / U.S. Green Building Council)

Compartilhe!

Veja mais notícias

error: Conteúdo protegido.