Instituto Terra participa de Coleção de História Natural lançada pelo Google Arts & Culture

Instituto Terra participa de Coleção de História Natural lançada pelo Google Arts & Culture

Trabalho da ONG ambiental fundada por Sebastião Salgado na região da Bacia do Rio Doce pode ser visto por pessoas do mundo inteiro a partir de uma nova experiência on-line

O Instituto Terra e o Google convidam as pessoas a uma experiência on-line, dinâmica e imersiva de descoberta da diversidade e fragilidade da natureza, de uma maneira sem precedentes. A partir de hoje (13/9), os usuários da Internet podem descobrir os tesouros da história natural a partir de uma nova coleção virtual, parceria entre o Google e as mais emblemáticas instituições de história natural do mundo, entre elas o Instituto Terra, como representante do bioma Mata Atlântica, com duas exposições sobre o trabalho que realiza no Vale do Rio Doce.

Maracanã-verdadeira (Primolius maracana), na área reflorestada da RPPN da Fazenda Bulcão (2012) por Coleção Instituto Terra/Foto de Leonardo Merçon/Instituto Terra
Maracanã-verdadeira (Primolius maracana), na área reflorestada da RPPN da Fazenda Bulcão (2012) por Coleção Instituto Terra/Foto de Leonardo Merçon/Instituto Terra

Na coleção do Instituto Terra é possível conferir como foi a reconstrução de uma floresta em uma área antes completamente degradada pelo uso inadequado dos recursos naturais; e também comprovar como esta área hoje se tornou refúgio seguro para espécies da fauna brasileira de Mata Atlântica. Por meio de imagens, áudios e vídeos, será possível conhecer aves de pura beleza tropical, como o papagaio-chauá e o maracanã, e até mesmo os registros de mamíferos como a jaguatirica, todos ilustres moradores da floresta plantada pelo Instituto Terra na RPPN Fazenda Bulcão.

Coleção História Natural – Além do Instituto Terra, a nova coleção de História Natural do Google reúne outras 58 instituições de 16 países, entre elas o Museu de História Natural de Londres, o Museum für Naturkunde em Berlim e o Museu Americano de História Natural. Ao navegar pela coleção do Google será possível também ficar de frente com os gigantes jurássicos em vídeos 360 graus, tendo uma noção melhor de como esses animais viviam.

Ao todo, são mais de 100 histórias fascinantes, reunindo um total de 300 mil fotos, vídeos e outros documentos on-line. As mais recentes tecnologias ajudam a trazer a magia desses locais lendários à vida, e dar a todos a chance de se reconectar com a história da nossa evolução e toda riqueza do meio ambiente do nosso planeta.

A nova exposição on-line abre hoje em g.co/naturalhistory e está aberta para todos, de forma gratuita na web e através do aplicativo móvel Google Artes & Cultura em iOS e Android. Também é possível assistir a todos os vídeos 360 graus no YouTube.

 

Sobre o Instituto Terra
O Instituto Terra é uma organização civil sem fins lucrativos fundada por Lélia Deluiz Wanick Salgado e Sebastião Salgado, que há 18 anos atua no reflorestamento de Mata Atlântica, na proteção de nascentes e na recuperação ambiental da região banhada pela Bacia Hidrográfica do Rio Doce, entre os Estados de Minas Gerais e Espírito Santo. A área originalmente coberta pela Floresta Atlântica, hoje está entre as mais degradadas do Brasil. Mais informações em www.institutoterra.org.

 Sobre o Google Arts & Culture
Google Arts & Culture é uma maneira nova e imersiva de experimentar a arte, história, cultura e maravilhas do mundo a partir de mais de mil organizações do mundo todo. O Google Arts & Culture foi criado pelo Instituto Cultural do Google e está disponível, gratuitamente, a todos na web, no iOS e Android.

Foto de capa: Besourinho-de-bico-vermelho (Chlorostilbon lucidus) nos jardins do Instituto Terra (2012) – Coleção Instituto Terra / Foto de Leonardo Merçon – Instituto Terra

 

Compartilhe!

Veja mais notícias

error: Conteúdo protegido.