19 de novembro de 2017

Sistemas agroflorestais contribuem para a restauração ambiental

“Sistemas Agroflorestais (SAFs): produção de alimentos, geração de renda e restauração ambiental” foi o tema da mesa redonda que aconteceu na manhã de 18 de novembro, sexta-feira, durante o Agroecol 2016. Os participantes do evento tiveram a oportunidade de conhecer detalhes de alguns SAFs brasileiros e da Costa Rica, além de conhecer os benefícios e os principais desafios relacionados a temática.

Palestrantes experientes e dedicados à pesquisa com SAFs apresentaram detalhes desses sistemas que são autossustentáveis e que apresentam soluções produtivas e ecologicamente corretas. O professor da Universidade de Turrialba, Elias de Melo Virginio Filho, da Costa Rica, falou sobre as experiências em sistemas agroflorestais em bases agroecológicas nas Américas Central e do Sul. “A implantação bem sucedida dos SAFs demanda um tripé interdisciplinar e cooperativo composto por pesquisa, ensino e assistência técnica rural qualificada. Esses sistemas são como pontes que possibilitam a conservação ambiental e a produção agrícola numa mesma área”, disse Elias.

Participaram dessa atividade o pesquisador da Embrapa Pantanal (Corumbá/MS), Alberto Feiden, que foi o moderador dos debates; o pesquisador da Embrapa Agropecuária Oeste (Dourados/MS), Milton Parron Padovan; o pesquisador da Embrapa Cerrados (Brasília/DF), Luciano Mansor de Mattos e o pesquisador da Embrapa Florestas, Marcelo Francia Arco-Verde.

(Divulgação)
(Divulgação)

 

Os sistemas agroflorestais (SAFs) reúnem espécies de árvores nativas ou exóticas madeiráveis, frutíferas, oleaginosas, medicinais, entre outras, cultivadas simultaneamente com culturas agrícolas, como por exemplo: inhame, taioba, banana, abacaxi, maracujá, feijão, milho, mandioca, entre muitas outras opções, dependendo da região e dos objetivos dos agricultores. É uma alternativa de elevado potencial para produção de alimentos, geração de renda e restauração ambiental.

A Embrapa Agropecuária Oeste está trabalhando num projeto de pesquisa que contempla os SAFs, o projeto intitulado “Sistemas agroflorestais biodiversos: produção de alimentos, geração de renda e recuperação ambiental – Safara” está alinhado aos temas estratégicos de pesquisa da instituição. Por meio desse trabalho, serão gerados novos conhecimentos que vão ampliar as informações sobre planejamento, benefícios, estratégias de implantação, de manejo e de condução dos SAFs para a região. Esse estudo está sendo coordenado pelo pesquisador Milton Parron Padovan.

Agroecol 2016 – O Agroecol 2016, acontece em Dourados (MS), na UFGD, de 16 a 19 de novembro e teve como tema “Agroecologia e soberania alimentar: saberes em busca do bem viver”. Nesses dias de evento foram debatidos os seguintes assuntos: promoção da soberania e segurança alimentar e nutricional e do direito humano à alimentação adequada e saudável; do uso sustentável dos recursos naturais; da conservação e recomposição dos ecossistemas naturais, por meio de sistemas de produção agrícola e de extrativismo florestal baseados em recursos renováveis; da valorização da agrobiodiversidade e dos produtos da sociobiodiversidade e estímulo às experiências locais de uso e conservação dos recursos genéticos vegetais e animais, que envolvam o manejo de raças e variedades locais, tradicionais ou crioulas, da ampliar a participação da juventude rural na produção orgânica e de base agroecológica e na redução das desigualdades de gênero.

O evento é uma realização da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), Embrapa Agropecuária Oeste, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) e a Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural de Mato Grosso do Sul (Agraer). A Sociedade Científica Latino Americana de Agroecologia (SOCLA), Associação Brasileira de Agroecologia (ABA Agroecologia), Fórum Brasileiro de Educação do Campo (Fonec), Comissão Estadual de Produção Orgânica de Mato Grosso do Sul (CPorg-MS) e Sociedade Brasileira de Sistemas Agroflorestais (SBSAFs) são promotoras do Agroecol 2016.

Compartilhe!

Veja mais notícias

error: Conteúdo protegido.