ONG Engajamundo promove campanha nacional para a conscientização sobre água

Desde 2009, o Brasil tem vivenciado a ocorrência de eventos hidrológicos críticos, como inundações, secas e deslizamentos, causando fortes impactos econômicos e sociais. Os recursos hídricos são suscetíveis às mudanças climáticas e também estão em risco devido a outros fatores, como aumento da população urbana, da produção agrícola e da demanda de energia, esta que provém em grande parte das hidrelétricas.

O Engajamundo, organização brasileira de jovens entre 15 e 29 anos que traz em sua essência o engajamento da juventude em tomadas de decisões em níveis internacional, nacional e local, tem se preocupado com a situação do planeta e com o atual cenário político mundial, mobilizando-se para transformar essa situação.

No mês de setembro, em parceria com a Organização Internacional CIVICUS, a ONG de jovens traz ao Brasil a campanha global chamada “SPEAK!”, adaptada ao Português para “Fala aê”. Serão três dias de campanha (22 a 24/09) que acontecerá simultaneamente em 11 cidades (Brasília, Manaus, Belém, Rio de Janeiro, São Paulo, São Luís, Belo Horizonte, Curitiba, Fortaleza, Salvador e Recife). A intenção é reconectar os jovens com seu papel transformador, bem como promover a participação política na governança comunitária local e nacional, com a premissa de que todos podem ser gestores comunitários da água, e de fazer com que suas vozes sejam ouvidas.

Em Brasília, no domingo (24), a campanha prevê uma grande ação no Eixão, na altura da 112 Norte, das 8h às 12h e das 16h às 18h. Será montado um labirinto interativo, onde os caminhos serão definidos em três esferas de atuação: individual, coletiva e política. Dessa forma, o público poderá se enxergar melhor nesses espaços e aprofundar seus conhecimentos acerca do tema dos recursos hídricos. A atividade visa à sensibilização dos brasilienses, assim como relembrá-los de seu papel como agentes da mudança em um momento em se enfrenta uma forte crise hídrica.

Engajamundo quer ver a juventude ativa e unida para desvendar os perigos da situação hídrica do país, saber cobrar e assumir um novo papel no cuidado com a água

 

Compartilhe!

Veja mais notícias

error: Conteúdo protegido.