15 de dezembro de 2017

Curtir a natureza é boa opção no Dia das Crianças

Que tal levar seus filhos para se divertir numa unidade de conservação? O contato com o meio ambiente pode trazer inúmeros benefícios para o desenvolvimento dos pequenos. Confira algumas sugestões

Andar descalço, correr entre as árvores, ver animais silvestres bem de pertinho, ter contato com a terra, respirar o ar puro, passear pelas trilhas a pé ou de bicicleta em meio às variadas nuances do verde, sentir e entender a importância daquilo que os adultos falam sobre preservação do meio ambiente, mas de uma maneira prática, longe dos tablets, smartphones e do sofá em frente à televisão. Tudo isso é possível, essa experiência está logo ali, nas unidades de conservação abertas à visitação, algumas delas em áreas urbanas como mostra o infográfico acima.

Laís Fleury é diretora da Alana, instituição sem fins lucrativos, que desenvolveu o programa Criança na Natureza com o objetivo de produzir condições favoráveis para que os pequenos cresçam e se desenvolvam em contato direto com o meio ambiente. Segundo ela, as pesquisas comprovam que o contato com a natureza traz benefícios ao desenvolvimento integral da criança, em cada um de seus aspectos – intelectual, social, emocional, espiritual e físico.

“O convívio com a natureza na infância, especialmente por meio do brincar, ajuda a fomentar a criatividade, a iniciativa, a autoconfiança, a capacidade de escolha, de tomar decisões e resolver problemas”, diz ela, ao acrescentar que esse contato direto com a natureza traz ainda benefícios ligados ao campo da ética e da sensibilidade, como encantamento, empatia, humildade e senso de pertencimento.

Laís conta que os efeitos positivos da conexão com a natureza têm sido testados particularmente em crianças diagnosticadas com Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH), levando em consideração o aumento expressivo de diagnósticos. “Pesquisadores norte-americanos descobriram que uma simples caminhada de 20 minutos em um parque urbano é capaz de trazer mais concentração a essas crianças do que o mesmo tempo de caminhada pelo centro da cidade”, afirma.

O contato com a natureza na infância, além de proporcionar vários benefícios ao desenvolvimento, ainda é capaz de tornar as criançasmais conscientes e ligadas à preservação do meio ambiente. De acordo com Laís, há estudos que constatam que a criança que convive com o meio natural e desenvolve afinidade em relação à natureza aprecia e zela pelo mundo à sua volta porque o respeita e o reconhece como seu ambiente de pertencimento.

(ICMBio)

Compartilhe!

Veja mais notícias

error: Conteúdo protegido.